“Só bobo acreditou que o problema era comigo”, diz Kalil sobre vereadores

0
94

O ex-prefeito Alexandre Kalil (PSD) partiu para cima dos vereadores da Câmara Municipal de Belo Horizonte. Segundo ele, a atual relação de conflito entre o Legislativo e Fuad Noman (PSD) mostra que o problema de diálogo na administração municipal não está na cadeira de prefeito.

“Quem dorme com cachorro, amanhece com pulga. Principalmente no meu segundo mandato eu me distanciei porque eu sabia quem estava lá”, afirmou em entrevista, nesta sexta-feira (12/5) ao quadro “Café com Política”, do programa O TEMPO News 1ª Edição, da Rádio FM O TEMPO.

Quando Alexandre Kalil era prefeito manteve uma relação de conflito com a ex-presidente da Câmara Municipal, hoje deputada federal, Nely Aquino (PP). O atual presidente do legislativo municipal, vereador Gabriel Azevedo (sem partido), venceu a disputa pela presidência do Legislativo com o apoio de Nely e Kalil se tornou alvo de uma CPI na Câmara, criada exclusivamente para investigar possíveis ações da gestão municipal com o objetivo de favorecer o ex-prefeito.

Para Alexandre Kalil, o executivo tem que trabalhar e evitar disputas ideológicas. “Acharam [os vereadores] que o Fuad era um bobo e ele não é. Ele me acompanha desde o meu primeiro dia no governo”, destacou.

Para Alexandre Kalil, a prefeitura precisa se concentrar em trabalhar e não entrar em disputas demagógicas.

 

Leave a reply